Igrejas dos Carmelitas e do Carmo Porto Portugal Mundo Indefinido

No Porto existe algo que nunca vi em mais sítio nenhum: duas igrejas, lado a lado, (quase) paredes-meias. Para quem está de frente para as fachadas, a igreja da esquerda é a Igreja dos Carmelitas, e a da direita é a Igreja do Carmo. O conjunto foi classificado como Monumento Nacional a 3 de Maio de 2013.

Conjunto Igrejas do Carmo e dos Carmelitas Porto Portugal Mundo Indefinido

A Igreja dos Carmelitas, ou Igreja dos (Frades) Carmelitas Descalços, começou a ser construída em 1616, tendo ficado concluída em 1628. De estilo barroco austero, o seu projecto tem sido atribuído ao arquitecto Nicolau Nasoni, que também foi responsável pelas Igreja e Torre dos Clérigos. No entanto, tal não parece ser possível, uma vez que Nasoni nasceu apenas em 1691. A fachada da igreja é de granito e possui três entradas, cada uma com um nicho no topo, com as imagens de São José, Nossa Senhora do Carmo, e Santa Teresa de Jesus. Possui uma torre sineira do lado esquerdo, revestida de azulejos, dos quais eu gostei especialmente. Não são bonitos, em azul e branco?

Torre Igreja dos Carmelitas Porto Portugal Mundo Indefinido

A Igreja do Carmo, ou Igreja da Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, foi construída mais tarde, entre 1756 e 1768. De estilo rococó, foi projectada pelo José Figueiredo Seixas. A fachada lateral da igreja está revestida por um painel de azulejos, representando a aparição de Virgem Maria a São Simão Stock. Foram desenhados por Silvestre Silvestri e pintados por Carlos Branco em 1912, 144 anos depois da construção da igreja.

Igreja do Carmo 02 Porto Portugal Mundo Indefinido

Igreja do Carmo Porto Portugal Mundo Indefinido

Infelizmente, não consegui ver o interior destas igrejas, pelo que um dia tenho de voltar. Para ver as capelas, os retábulos, as pinturas, a talha dourada, o órgão… De qualquer das formas, penso que o conjunto impressiona, mesmo por fora. E tu, já lá entraste? O que achaste?

Curiosidades

Ao olhar com atenção para este conjunto, é possível reparar que as duas igrejas estão separadas por uma pequena construção, com pouco mais de um metro de largura. Esta “casa” foi construída devido a uma suposta lei que proibia duas igrejas de terem uma parede comum.

Informação prática

Site: Diocese do Porto
Preço: Gratuito
Morada: Rua do Carmo ou Praça de Gomes Teixeira, Porto

1 comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *