Passaporte Mongolia Mundo Indefinido

Visto para a Mongólia: que documentos são necessários e onde pedir

Quando procuro informação sobre os vistos, vou sempre ao site da embaixada em Portugal. Mas a Mongólia é um caso particular e não tem representação diplomática em Portugal. Da mesma forma, Portugal não tem representação diplomática na Mongólia, pelo que todos os assuntos envolvendo cidadãos portugueses na Mongólia são acompanhados pela embaixada de Portugal em…

Comboio Ulan-Ude Ulaanbaatar

Viajando de comboio entre a Rússia e a Mongólia

Depois de pouco mais de 24 horas a conhecer a cidade de Ulan-Ude (Улан-Удэ, lê-se Ulan-Udé), estava na hora de seguir viagem. Ia sair oficialmente da rota do transiberiano e entrar no transmongol. A emoção era grande, e não podia deixar de sentir um friozinho da barriga. Tinha a sensação – daquelas coisas inexplicáveis que por…

Comboio Transiberiano Rússia Mundo Indefinido

Transiberiano: compreendendo os comboios e como comprar bilhetes

Quando se prepara uma viagem pelo caminho de ferro transiberiano, a primeira coisa a fazer é decidir se se quer fazer o transiberiano clássico, o transmongol ou o transmanchuriano. Depois desta decisão estar tomada, e se queres tratar de tudo de forma independente (como eu fiz), tens de escolher as cidades que queres visitar e conhecer os…

Transiberiano Mundo Indefinido

Transiberiano, transmongol e transmanchuriano: o que são e quais as diferenças

Sabias que por Portugal costumamos falar em transiberiano, enquanto que no Brasil se utiliza mais o nome no feminino: transiberiana? E existe uma explicação. O transiberiano é uma rede de caminhos de ferro que faz a ligação entre diferentes cidades do vasto país que é a Rússia, e que a certa altura se ramifica para…

Livro Transiberiano Mundo Indefinido

Transiberiano: nos preparativos da minha próxima viagem

No verão de 2013 tive a oportunidade de ir à Rússia num programa de voluntariado e adorei o país (queres que fale um pouco sobre essa experiência aqui no blogue? Diz-me nos comentários!). Fiquei fascinada pela sua cultura, pela comida, pelas pessoas… Confesso que estava desejosa de regressar e arranjei a desculpa perfeita: fazer o…