Europa

InterRail: Tudo começou com a decisão…

… da partida

Sempre gostei muito de comboios. Gosto dos carris, das carruagens, dos sons, das cores… É uma das melhores formas de se viajar, uma vez que é possível usufruir de paisagens maravilhosas sem se encontrar trânsito pelo caminho. Para mim, é o meio de transporte mais interessante de todos. Assim, não é de admirar que me tenha surgido o desejo de fazer um InterRail. Há imenso tempo que o pretendia fazer, talvez desde que soube da sua existência.

Depois de algumas tentativas de organização que acabaram por não dar em nada, chega finalmente o ano em que vou pôr a mochila às costas e partir à descoberta desta Europa, que está cheia de segredos para contar. Vamos descobri-los em conjunto?

O InterRail, surgiu em 1972 como uma forma de percorrer qualquer país europeu membro do grupo Interrail, desde que tenha uma estação de comboio ou apeadeiro. Estas viagens caracterizam-se pelos seus preços reduzidos e pela grande flexibilidade quanto aos itinerários. [Wikipedia]

… da partilha

Nunca tive por hábito partilhar na Internet as coisas que faço, nem os sítios onde vou. No entanto, decidi contar um pouco desta experiência. Para mais tarde recordar. E porque pode ser que alguém considere útil o meu testemunho, ficando também com vontade de partir em viagem. No fundo, quero-te inspirar a conhecer um pouco melhor este nosso mundo.

Apesar de estar disponível por aí um número incontável de informações, irei partilhar os preparativos e os detalhes gerais que considero mais importantes, assim como partes da minha viagem em particular. Contudo, é importante ter em mente que as minhas escolhas são algo de muito pessoal, pelo que devem sempre ser adaptadas ao gosto de cada um. Espero que gostes desta minha partilha! Qualquer dúvida ou questão, é só deixar um comentário, que eu respondo o melhor que souber.

Pouca terra, pouca terra, u-uuu!