Comboios InterRail Pexels

(via Pexels)

Quer a rota seja planeada ao detalhe, quer se deixe espaço para mudanças e viagens ao sabor do vento, é sempre bom saber que opções de transporte existem. Nesse sentido, fica aqui uma lista dos diferentes tipos de comboio que temos à nossa disposição, assim como dos barcos que também se podem usar.

Comboios de alta velocidade

Estes comboios costumam ligar as principais cidades da Europa, percorrendo as linhas a velocidades de cruzeiro entre os 250 km/h e os 300 km/h. Todos eles incluem carruagens de 1ª e 2ª classe e uma carruagem bar ou restaurante. É necessário ter em atenção que muitos destes comboios requerem que seja feita uma reserva, sendo preciso pagar uma taxa extra.

Comboios nocturnos

Estes comboios ligam as principais cidades da Europa durante a noite e oferecem um conjunto variado de opções, quer se queira viajar sentado ou deitado. Todos eles possuem uma carruagem bar ou restaurante. Existem sempre carruagens com assentos normais, sendo que alguns comboios oferecem assentos sleeperettes, que são mais confortáveis porque se podem reclinar. As carruagens couchette possuem compartimentos com entre 4 a 6 camas, cujas portas podem ser fechadas, existindo também compartimentos só para mulheres. Nas carruagens dormitório, os compartimentos são geralmente para um ou dois viajantes e são equipados com camas maiores, mas alguns requerem um lugar de 1ª classe. Desta forma, caso o passe InterRail seja de 2ª classe, estas carruagens não podem ser utilizadas. Este tipo de comboio também requer que seja feita uma reserva, cujo preço varia conforme o tipo de lugar que se pretenda. No entanto, mesmo pagando a taxa de reserva, estes comboios permitem poupar dinheiro em alojamento. Para além disso, aproveita-se a noite para viajar, ficando o dia para explorar novas cidades.

Comboios intercidades

Estes comboios ligam as principais cidades dentro de uma região a uma boa velocidade, fazendo apenas paragens nas cidades mais importantes. Também costumam ter carruagem bar ou restaurante. Alguns também necessitam de uma reserva, que pode ou não requerer o pagamento de uma taxa.

Comboios regionais e interregionais

Os comboios regionais param em várias estações e apeadeiros. Os comboios interregionais são semelhantes, mas param em menos estações. Não costumam necessitar de qualquer tipo de reserva, e são úteis para se explorar diferentes zonas de uma ou mais regiões.

Comboios urbanos e suburbanos

Estes comboios ligam diferentes zonas dentro de uma mesma área metropolitana. São normalmente utilizados pelos habitantes locais no seu dia-a-dia. Podem ser uma boa alternativa para se deslocar dentro de uma cidade, como alternativa ao metro, ao autocarro, ou a qualquer outro tipo de transporte urbano.

Barcos

Para além dos comboios, o passe InterRail também permite viajar nas empresas de navegação ATTICA e MINOAN, cujos barcos fazem a ligação entre Itália e Grécia. Para viagens entre outros países, os portadores do passe podem ter desconto na compra do bilhete normal, pelo que é boa ideia consultar a lista com as diferentes ligações e pensar no que é melhor para uma rota em particular: se é preferível o comboio ou o barco.

 

Nota final: Mesmo que não se queria planear todos os pormenores, deve-se verificar que comboios existem, quais os seus horários, e se necessitam ou não de reserva. Duas boas opções para o fazer são o site oficial do InterRail e o site da empresa de transporte ferroviário alemã Deutsche BAHN. Estão ambos muito completos e actualizados, fornecendo toda a informação necessária para uma escolha informada. Relativamente às taxas de reserva, normalmente os seus preços não são muito elevados, mas variam de país para país, e conforme se trate de comboios diários domésticos, internacionais ou nocturnos. Para alguns comboios, é possível efectuar a reserva numa estação CP com venda internacional. Para os restantes, pode-se sempre reservar no país onde se vai apanhar o comboio, mas é boa ideia que tal seja feito com alguns dias de antecedência (logo quando se chega ao país), e não no próprio dia da viagem.

2 comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *