Modalidades

Após se ter decidido partir à descoberta utilizando o comboio, o próximo passo será escolher o passe. Existem dois tipos: o Global Pass, válido em 30 países, e o One Country, para quem quer explorar um país só. Como o que pretendo é uma viagem pela Europa, foi fácil decidir qual o tipo de passe: InterRail Global Pass.

Com o One Country, é possível viajar no país escolhido durante 3, 4, 6 ou 8 dias, no prazo de um mês. No caso do Global Pass, é necessário decidir o número de dias que se pretende viajar e quantas viagens vão ser necessárias, uma vez que existem duas modalidades: contínuo e flexi. Com o contínuo é possível viajar durante 15 dias seguidos, 22 dias seguidos ou 1 mês seguido. No caso do flexi, é possível viajar durante 5 dias no prazo de 10 dias ou durante 10 dias em 22. Como ficou decidido que seria sempre necessário mais do que um dia para se explorar uma cidade, não se utilizando comboios todos os dias, faz mais sentido escolher o flexi.

Nota óbvia: A escolha do passe deve depender (não só, mas também) da rota que se pretende fazer, do tempo que se tem, e do orçamento disponível.

Preços e onde comprar

(Para o One Country os preços são diferentes)
Para o InterRail Global Pass, os preços de 2015 são os seguintes:

Jovem
10-25 anos
Adulto
26-59 anos
Sénior
60+ anos
1ª classe 2ª classe 1ª classe 2ª classe 1ª classe 2ª classe
5 dias em 10 dias (flexi) 331€ 192€ 413€ 264€ 372€ 238€
10 dias em 22 dias (flexi) 471€ 281€ 588€ 374€ 529€ 338€
15 dias contínuo 520€ 325€ 650€ 414€ 586€ 373€
22 dias contínuo 608€ 360€ 760€ 484€ 685€ 437€
1 mês contínuo 787€ 461€ 983€ 626€ 886€ 564€

O passe pode ser adquirido com um máximo de três meses de antecedência, numa estação CP com venda internacional, em agências de viagem, ou pelo site oficial do InterRail.

InterRail Global Pass Flexi (10 dias em 22)

Na compra do passe, vem um guia e um mapa com as linhas de comboios dos países aderentes. O guia contém muita informação importante e deve ser lido com atenção.

Guia e Mapa Interrail Mundo Indefinido

O passe em si é agrafado no interior de uma folha e da qual nunca deve sair. Tem toda a informação sobre ele e sobre o seu portador. O mês e o dia de cada uma das viagens deve ser preenchido a caneta azul ou preta, utilizando sempre dois dígitos.

Passe Interrail 01 Mundo Indefinido

Passe Interrail 02 Mundo Indefinido

Na folha, existe uma parte dedicada os dados pessoais (Personal details) e outra para os detalhes do passe (Ticket details). Ambas devem ser preenchidas, apesar de a maioria da informação já se encontrar no passe em si.

Passe Interrail 03 Mundo Indefinido

Por fim, nos detalhes da viagem (Journey details) também tem de se ir registando os trajectos. É necessário anotar a data, a hora e o local de partida, e o local de chegada. Há alguns cuidados a ter quando se preenchem os detalhes, uma vez que só se pode escrever a caneta (azul ou preta) e não se podem corrigir datas. Caso haja algum engano, a data certa terá de ser preenchida no espaço do dia seguinte, o que significa que se perde um dia de viagem. Mas nem tudo é mau. Se se apanhar um comboio que parta depois das 19h00 e chegue ao seu destino após as 04h00, apenas conta o dia seguinte. Desde que tanto o dia de partida como o de chegada estejam dentro da validade do passe.

Passe Interrail 04 Mundo Indefinido


Gostaste deste artigo? Adiciona-o ao Pinterest!

Interrail pela Europa: fica a saber tudo sobre os passes

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *