Piazza del Duomo Pisa Itália Mundo Indefinido

O local mais emblemático da cidade de Pisa é, sem dúvida, a Piazza del Duomo (Praça da Catedral), também conhecida como Piazza ou Campo dei Miracoli (Campo dos Milagres). Nessa praça, cheia de erva verdinha, encontra-se um conjunto de monumentos religiosos de arquitectura medieval românica. É um espaço dedicado à oração e ao culto Cristão, sendo que todos os monumentos estão relacionados entre si. Representando um único desenho, têm como símbolo o diálogo entre o céu e a terra. A praça é classificada como Património Mundial da UNESCO desde 1987. Mas quais são, afinal, esses monumentos e quais os seus propósitos?

Mapa Piazza del Duomo Pisa Itália Mundo Indefinido

1. Cattedrale di Pisa

Todo este espaço começou com a construção da Cattedrale di Pisa (Catedral de Pisa), no século XI. A catedral foi construída com mármore branco proveniente das montanhas de San Giuliano e foi dedicada à Virgem Maria. Na época da sua construção, Pisa vivia um grande desenvolvimento urbano e demográfico, sendo uma república independente e uma notável potência marítima. No auge das suas vitórias comerciais e políticas, a catedral tornou-se um símbolo de grande poder.

Cattedrale di Pisa Mundo Indefinido

2. Battistero di San Giovanni

Tal como a catedral, o Battistero di San Giovanni (Baptistério de São João Baptista) foi construído com mármore branco. Os seus pormenores, como as colunas e os baixos relevos no portal principal, são muito parecidos aos da catedral, para reforçar a ideia de que fazem parte de um mesmo conjunto. No seu interior, encontra-se uma pia baptismal, que era utilizada na realização dos baptismos cristãos. A acústica deste local é fantástica, gerando ecos que se prolongam por vários segundos.

Battistero di San Giovanni Pisa Itália Mundo Indefinido

3. Torre di Pisa

Ah, a famosa Torre Pendente di Pisa! Mais conhecida por terras lusas como Torre Inclinada ou simplesmente por Torre de Pisa, a sua inclinação espanta todos. É, sem dúvida, a estrela das fotografias, com turistas de um lado ou de outro: a segurar a torre ou a empurrá-la (não, eu não tirei nenhuma fotografia dessas). Apesar de ser uma torre, não foi construída com o objectivo de defender a cidade, mas sim como torre sineira. O seu principal papel seria manter um registo temporal, tanto humano como divino. No topo, existem sete sinos, um para cada nota musical. É uma das Sete Maravilhas da Era Medieval.

Torre di Pisa Itália Mundo Indefinido

4. Camposanto Monumentale

Ao longo do limite norte da praça encontra-se o Camposanto Monumentale (cemitério monumental) ou Camposanto Vecchio (cemitério antigo). Os termos monumentale e vecchio servem para diferencia-lo de um cemitério urbano que foi construído na cidade mais recentemente. A sua construção começou antes de a torre ter sido terminada, porque a construção da torre foi interrompida durante uns anos, devido à instabilidade dos solos, que causaria a sua permanente inclinação. A construção deste cemitério pretendia juntar as sepulturas que até então se encontravam espalhadas um pouco por toda a catedral.

Camposanto Pisa Itália Mundo Indefinido

5. Museo delle Sinopie

No lado sul da praça encontra-se o Museo delle Sinopie (Museu da Sinopia), que não faz parte da classificação da UNESCO. Este edifício foi, em tempos idos, um hospital: o Ospedale della Misericordia (Hospital da Misericórdia) que mais tarde se passou a chamar Ospedale di Santa Chiara (Hospital de Santa Clara). O hospital tinha como missão ajudar os podres, os peregrinos e os doentes. Hoje em dia, enquanto museu, apresenta os desenhos preparatórios que foram encontrados por baixo dos frescos que decoravam o cemitério monumental. Estes desenhos foram o primeiro passo na criação dos frescos e estão muito em jeito de esboço. Contam as histórias presentes no Velho e no Novo Testamento.

Nota: sinopia (não tenho a certeza absoluta em relação ao nome em português) é uma cor vermelha-terra semelhante ao ocre, utilizada na pintura a óleo tradicional. É produzida de óxidos de ferro obtidos através de argilas ou quartzo.

6. Museo dell’Opera del Duomo [fechado para renovação]

O Museo dell’Opera del Duomo (literalmente Museu dos Trabalhos da Catedral) abriu apenas em 1986 e não faz parte da classificação da UNESCO. O espaço em si já existia e era um seminário episcopal. Neste momento, o museu encontra-se fechado para renovação e restauro (edifício em obras na fotografia abaixo), mas quando abrir novamente irá mostrar o desenvolvimento da arte de Pisa, e terá esculturas da Idade Média que fizeram, um dia, parte da praça. Essas obras foram sendo removidas dos diversos edifícios da praça durante operações de restauro, mas foram sempre guardadas e conservadas para exposição futura.

Museo dell'Opera del Duomo Pisa Itália Mundo Indefinido

Todos os monumentos são visitáveis, excepto o Museo dell’Opera del Duomo, que neste momento está fechado para renovação. Eu fui a todos os que podia, e vou falar deles em mais pormenor nas próximas mensagens. E tu, qual destes monumentos conheces ou gostarias de conhecer?

Curiosidades

A praça começou por se localizar fora das muralhas da cidade e, mesmo depois da expansão da povoação, manteve-se na zona com menos construção. Os monumentos marcaram, durante muito tempo, a entrada principal da cidade.

No entanto, a praça foi alvo de intervenções e alterações ao longo dos seus muitos anos de existência. Houve diversas reorganizações do espaço, sendo que diferentes entradas foram fechadas e abertas até se chegar aos dias de hoje. A mais marcante terá sido a remodelação de 1868, que fez com que se deixasse de ter uma perspectiva global dos limites da praça. Os edifícios centrais aparecem todos juntos, numa pequena massa. Mesmo assim, a forma como se percebe visualmente a praça varia muito de entrada para entrada.

Piazza del Duomo Entrada 1 Pisa Itália Mundo Indefinido

Piazza del Duomo Entrada 2 Pisa Itália Mundo Indefinido

Piazza del Duomo Vista de Cima Pisa Itália Mundo Indefinido

Como chegar

De qualquer ponto da cidade, é muito fácil chegar à Piazza del Duomo a pé. Mas se não estiveres com vontade de andar, existem comboios que vão desde a estação Pisa fermata Aeroporto e param na estação Pisa San Rossore, que fica mesmo ao lado da praça. Os autocarros são a melhor opção para quem está no centro da cidade, e a linha LAM (Linea Alta Mobilitá) ROSSA funcionam todos os dias entre as 5h20 e as 20h25. O bilhete custa 1,20€ e é válido durante 1 hora em toda a rede da companhia CPT (Compagnia Pisana Trasporti). Em baixo, deixo as estações desta linha. Podes sair em Torre ou em Ospedale S. Chiara.

LAM ROSSA

Informações práticas

Site: OPA Pisa
Horário: Os monumentos estão abertos todos os dias, com diferentes horários: o battistero, o camposanto e o museo delle sinopie admitem visitas das 08h00 às 20h00. Pode-se subir à torre das 08h30 às 22h. A cattedrale funciona das 10h00 às 20h00 (horários de verão).
Preço: A entrada na cattedrale é gratuita mas requer bilhete. A subida à torre custa 18€. Se pretenderes visitar apenas um dos três outros espaços, o preço do bilhete é 5€. Caso se pretenda visitar dois monumentos, são 7€. Bilhetes para os três edifícios são 8€. Todos os bilhetes podem ser comprados online.
Morada: Piazza del Duomo, Pisa

10 comentários

  1. Ai Catarina, ler o teu blogue dá-me tanta vontade de sair porta fora, com a mochila às costas! Preciso muuuuito de umas boas férias. Vou continuar a ler umas coisas por aqui, para ver se me inspiro para uma próxima viagem 😀 Adorei conhecer-te no Bloggers Camp!

    1. É isso mesmo que quero, que as pessoas fiquem com vontade de partir à descoberta deste nosso mundo, que é tão fantástico! Espero que tenhas essas férias em breve, de certeza que serão merecidas ? Foi muito bom conhecer-te, e fico tão contente ao ver-te por aqui!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *